Share
Explore

Comunicação Destrutiva

1. Generalizar

sempre - “você sempre me critica, você sempre faz....”
nunca - “você nunca me ouve.... você nunca lava...”
só - “você só ajuda quando é a sua família...”

Em uma comunicação saudável é importante ser específico.

2. Atribuir más intenções

Você é egoísta, invejoso(a), preguiçoso(a). Você quer me controlar.

3. Patologizar o outro - desqualificar a sanidade mental

Você é louco(a), você precisa se tratar, você está de TPM

4. Culpá-lo(a) por tudo, exagerando nos danos

Você estragou tudo. Meu pai (minha mãe) nunca mais vai olhar na minha cara, Veja só o que você fez.

5. Chantagear emocionalmente e fazer de vítima.

Já estou doente por sua causa
Há anos eu sofro em suas mãos
Você me maltrata demais

6. Ameaças
Se você continuar assim, eu vou me separar
Vou arranjar outra pessoa que me ame de verdade
Vou te matar
Vou me matar

7. Ser irônico

Devo ser mesmo horrível por isso
Tenho tantos amigos e você tão poucos
Nossa! falou a(o) sabe tudo

Zombar do outro

8. Comparar o(a) parceiro(a) com outras pessoas

Fulano, sim, tem dinheiro
Ela(Ele), sim, sabe como tratar um homem (uma mulher)
Fulana não trata as pessoas assim

Não compare o seu casamento com o casamento de ninguém. Não compare o outro com ninguém, nem com parentes, amigos, pai, mãe, irmão, irmã, etc.

9. Contra-atacar

Você está reclamando do sapato sujo na sapateira, mas e a bagunça que você deixa na gaveta do escritório/cozinha, etc.

Você procura empatar na briga.

10. Tumultuar a discussão

Você corrige os detalhes irrelevante para fugir da discussão.
“Não, não foi terça, foi quarta-feira”.

11. Evocar o “jogar na minha cara” quando o parceiro(a) se mostra esforçado(a).

O que? Você está me “jogando na cara” que foi buscar meu primo no aeroporto.
Está me cobrando um favor?

12. Interromper a fala do outro

Não ouve o outro e interrompe para contra-atacar. Normalmente, este é o motivo para as gritarias, porque os dois querem ser ouvidos, mas ambos não estão ouvindo.

13. Usar a entonação e mímica facial agressiva

Faz cara feia, irônica, tom de bronca, deboche.

14. Desqualificar as partes boas da relação com frases bombásticas

Nosso relacionamento é mesmo uma merda

15. Evocar testemunhos de terceiros a seu favor

Até os seus pais acham que você é agressivo(a), ciumento(a), preguiçoso(a), invejosa(a), lento(a)
Nem seus filhos aguentam mais suas atitudes

16. Zombar das promessas de boa vontade e tentativa de colaboração

Você vai tentar ser menos impaciente? Você? Estou pagando pra ver.
Você vive prometendo e não cumpre

17. Fechar-se numa postura passiva-agressiva

Se fechar, ficar em silêncio, sair do ambiente da conversa, concordar com tudo

18. Fazer pseudo-perguntas e comentários inocentes, mas de conteúdo acusatório.

Reação de um atraso:
“De novo atrasado”, não havíamos combinado?
Nem pergunta (neutro) se ocorreu alguma coisa que gerou este atraso.

19. Pedir pseudo-desculpas que são contra ataques

Sinto muito ter perdido a paciência com você, mas..... você me tirou do sério com sua mania louca de limpeza

20. Tornar-se abruptamente ríspido, explodir.

Berrar, demonstrar fisicamente agressividade contra si, contra objetos ou com o parceiro. Falar palavrões, xingar o outro.
A explosão é um desespero, mas também pode ser chantagem












Want to print your doc?
This is not the way.
Try clicking the ⋯ next to your doc name or using a keyboard shortcut (
CtrlP
) instead.