PRCG-2024
Share
Explore
Princípios de drenagem

icon picker
Como avaliar um dreno

“Este paciente fui submetido a uma cirurgia abdominal recentemente. Por favor, avalie o seu dreno abdominal e documente suas impressões”
A avaliação dos drenos cirúrgicos pode ser bastante desafiadora para quem está iniciando em cirurgia. Ao passo que os tipos de drenos utilizados no tórax e no abdome variem ligeiramente entre as especialidades, será apresentada uma abordagem lógica sobre como proceder quando visualizar um dreno, bem como exemplos de drenos utilizados comumente em diversos cenários.

Preparação

Estar familiarizado com o exame físico abdominal, conforme exemplificado em Avaliação de massas abdominais [15]

O que devo observar?

Localização do dreno
Normalmente segue um trajeto direto através do sítio cirúrgico ou do local que precisa ser drenado
Exemplos
QSD: drenagem de abscesso hepático, tubos de drenagem biliar transhepáticos percutâneo para colangiocarcinoma avançado
QID: drenagem de abscesso apendicular
QSE: após cirurgia de Whipple, após esplenectomia
QIE: drenagem de abscesso diverticular
Conteúdo que eflui do dreno (ao longo do tubo e no saco coletor)
Seroso: claro, amarelo claro, aquoso (um fluído seroso normalmente sugere a ausência de patologias graves ou a remissão da doença tratada)
Sanguinolento: vermelho (com sangue recente), aquoso
Serosanguinolento (hemoseroso): de rosado a vermelho claro, aquoso
Purulento: amarelo, verde ou castanho-amarelado espesso, denso e opaco
Bilioso: de marrom amarelado a verde escuro
Classificar o tipo de dreno (tabelas 1 e 2)
Ativo vs. passivo
Drenos passivos funcionam pelo mecanismo de capilaridade, ação da gravidade ou variações na pressão intracavitária e não possuem sucção
Drenos ativos possuem sucção ativa aplicada a eles, criando uma pressão negativa constante a qual pode ser ajustada como baixa/moderada/alta e contínua/intermitente
Aberto vs. fechado
Os drenos abertos orientam o conteúdo diretamente para o meio externo na gaze de um curativo ou uma bolsa coletora. Utilizado principalmente em ferimentos superficiais e cavidades
Os drenos fechados consistem de tubos que são conectados diretamente a um sistema fechado estéril em bolsa ou frasco
Menores taxas de infecção
Aferição precisa do débito
Redução da contaminação e promoção do controle de infecções

Tabela 1. Classificação dos drenos cirúrgicos
Classificação
Ativo
Passivo
1
Aberto
Sump
Penrose
Corrugado
Mallecot
2
Fechado
Jackson-Pratt
Redivac
Blake
Pigtail
Torácico em selo d’água
Curativo à vácuo
Nasogástrica
Foley
Kehr (T)
There are no rows in this table
Orifício de drenagem
Verifique a pele ao redor do local de saída do tubo a fim de identificar quaisquer irritação cutânea, eritema ou supuração
Avalie vazamentos ao redor do orifício de drenagem
Isto sugere a obstrução do dreno ou que o dreno não está conseguindo orientar a quantidade de líquido produzida
Observe se o dreno está adequadamente fixado (em geral com sutura de seda)
Cicatrizes abdominais
Caso uma cicatriza abdominal esteja presente, você deve escrevê-la conforme explicado em Cicatrizes abdominais [16].
Espera-se que o examinador seja capaz de, através das pistas fornecidas pela cicatriz abdominal e localização do dreno, deduzir qual foi o procedimento realizado

O que devo examinar?

Palpar a pele em torno do dreno a fim de perceber o aumento da temperatura e sensibilidade sugestivas de inflamação
Esvazie o tubo do dreno
Comprima o tubo com os seus dedos e arraste ao longo do tubo começando a partir do orifício através do qual o dreno sai do corpo do paciente e avançando em direção o frasco/bolsa coletora
Isto ajuda a movimentar os coágulos no interior do tubo para o recipiente coletor e recriar a sucção necessária para evacuar os fluídos do sítio de drenagem, assegurando que o dreno não esteja obstruído
Registre o aspecto do conteúdo presente no tubo após a realizar a ordenha, uma vez que ele pode ser diferente do conteúdo que já estava presente no frasco/bolsa coletora pode ser uma secreção drenada mais antiga
Note que nem sempre é possível ordenhar o conteúdo ao longo de todo o dreno - por exemplo, drenos de tórax podem ser muito longos para ordenhá-los manualmente

O que devo fazer?

Solicite a planilha de sinais do paciente para determinar o volume e o conteúdo drenado
Avalie o débito do dreno em relação ao balanço hídrico do paciente
Ofereça-se para realização de um exame abdominal completo

Exemplo de como fazer o registro

O paciente submetido a procedimento cirúrgico recente, com acesso cirúrgico através de incisão mediana em andar superior do abdome. Há um dreno Jackson-Pratt localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, distante da ferida operatória utilizada para acesso cirúrgico. Observo líquido sero-hemático ao longo do tubo e frasco coletor. A pele ao redor do dreno está limpa sem eritemas sugestivos de inflamação e não observo extravasamento óbvio de conteúdo ao redor do orifício de drenagem. O dreno está posicionado possivelmente para drenagem pós-operatória de líquido intra-abdominal.

Referências

Ong, Marc W.; Tay, Wee M.; Low, Cheng Hock (2022). Mastery in General Surgery Short Cases. World Scientific, Singapore

Share
 
Want to print your doc?
This is not the way.
Try clicking the ⋯ next to your doc name or using a keyboard shortcut (
CtrlP
) instead.